UNE-VERSOS

Espaço de partilha de MARIA INÊS CASTANHA DE QUEIROZ


Deixe um comentário

DESOLAÇÃO AMAZÔNICA I – NÃO VISTAS

Como posso chegar à janela e não poder ver mais?
não ver mais o rio
onde o Madeira se escondeu?
como podem evaporar aquele esplendor?
nem os verdes ao longe
onde está o céu?
e nuvens?
sonhos?
a cidade amanheceu como noite
encoberta de fuligem
a floresta arde
sangra em fogo
pede socorro e a cidade invisível não enxerga
nada

Maria Inês Castanha de Queiroz, Fortaleza, 01/09/17
Fotos de Maria Inês Castanha de Queiroz, Porto Velho (RO):
1) Não-vista da janela nas queimadas de agosto de 2010;
2) Vista nítida da janela mesma janela em setembro de 2009.

Anúncios


Deixe um comentário

FORTALEZA III

Sou tua aprendiz
escutando silêncios
Aceitando o desconhecido
Compreendendo suspiros
Desvelando escuridões
Vislumbrando nascentes
Sondando mistérios
Na abertura
Do tempo novo em teu chão

Maria Inês Castanha de Queiroz, Fortaleza, 04/07/14
Foto de Maria Inês Castanha de Queiroz: Beira-mar de Fortaleza, julho/2015

FORTALEZA III 14 AG 17


3 Comentários

FORTALEZA II

Te busco nos silêncios da oração
passo novo de criança – reaprendo –
olhar primeiro surpreso em novidades
abraço acolhedor da vida renascente

Te encontro nesta hora de mudar
montanhas  movimentam danças
horizontes que faço belos ao mar
a trilhar em ti – desde já!

Maria Inês Castanha de Queiroz, Fortaleza, 04/07/14
Foto do Arquivo Família Castanha:
Maria Inês em seus primeiros passos, Casa da Rua Euclásio, BH, 1961

FORTALEZA II


Deixe um comentário

FORTALEZA I

Gratidão à Vida e às Pessoas da caminhada nestes 3 anos de Fortaleza

Coragem é teu outro nome que cultivo
Sustentando-me, pés no chão, aos fortes ventos.

Com bravura, sou desde às raízes, andreia-sangue guerreiro
À presença inteira, conquistas de fibra e determinação.

Com fortituto, força d’alma reacendida,
Planto sementes de paciência e olhar maior.

Seguirei em cada dança de Sol e Lua, à espera da colheita,
Confiante nos frutos do recomeço neste terreno-tempo novo.

Maria Inês Castanha de Queiroz, Fortaleza, 04/07/14
Foto de Maria Inês Castanha de Queiroz: Praia em Fortaleza(CE),03/07/14

FORTALEZA I 21JUN17


2 Comentários

ÁGUAS PARA TODOS OS DIAS

PELO DIA DAS ÁGUAS, 22 de março

Com alma mineira, desvendo o coração cearense
Em trilhas de terras áridas, descobrindo tesouros:
Falésias portentosas, dunas avermelhadas,
Jangadas corajosas nos mares azuis, o mais belo pôr-do-sol!
E mais, cajueiros, cajueiros mil, a se perder de vista.

Vistas perdidas… na agonia das árvores ressequidas ao sol inclemente.
Quero trazer as chuvas do Norte para cá.
Quero o verde neste meu Ceará também querido.
Choro pela falta da chuva nas peles ressequidas que miro.
Este meu povo daqui merece mais dos céus.

Que as bençãos das chuvas, em breve por vir,
Permitam ao sertão se vestir de verde renascido:
Seja umburana ou pau-ferro, cajueiro,
Juazeiro ou mandacaru se alegrarão
Como criança em Festa de Natal ou no São João.

Maria Inês Castanha de Queiroz, Icapuí (CE), 25/12/16 e Fortaleza (CE), 22/03/17
Foto de Maria Inês Castanha de Queiroz, Pousada Oh! Linda, Icapuí (CE), 25/12/16

ÁGUAS DE TODOS OS DIAS 22 março 17